Archive for fevereiro, 2007

nem tirar fotos das minhas obssessões. um silencioso registro do que atordoa e enleva a alma, esta passageira. talvez a verdadeira amante imposta, a meus sentidos, ou eles também provém desta inesgotável? imposta ao mundo, transportada em mim, este ser assombrado, que destaca as páginas dos eventos para perdê-los e renová-los, e se trouxesse um […]